25
Out 2011
Posted By: In: Destaque, Notícias, 0 Comments

Até 2020 50% do PIB mundial em paridade de poder aquisitivo corresponderá aos mercados em desenvolvimento. Estão certos disto os especialistas da companhia Ernst & Young que compuseram, junto com o instituto Oxford Economics, a “Previsão de desenvolvimento dos mercados em crescimento rápido”. 

Na lista do Ernst & Young entraram os 25 maiores mercados com ritmo de desenvolvimento mais alto. Em primeiro lugar estão os países do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China, Africa do Sul) e outros países do Leste europeu, América Latina, Asia e Oriente Médio. Em média suas economias aumentam em 5,8% ao ano. (…) todos os países do BRICS estão entre os dez primeiros. As economias desses países começaram a acelerar há alguns anos e já alcançaram velocidade alta estável, considera o chefe do centro de globalização e integração do Instituto de Economia da Academia de ciência da Rússia, Mikhail Golovin. (…)

Naturalmente que são modelos de desenvolvimento econômicos absolutamente diferentes. A econômica diversificada da China, que gradualmente passa dos ramos com baixa parcela de valor acrescentado para os ramos mais desenvolvidos da industria. É a India. onde como antes é bastante baixo o nível de vida da população, com alto desenvolvimento da tecnologia. É a Rússia com seu modelo de economia baseado na matéria-prima. O básico que os une é o tamanho da economia. Isto lhes possibilita ser a locomotiva, o porta-voz do papel de mercados em desenvolvimento na economia mundial, em diferentes fóruns políticos econômicos, para que se possa contribuir para o desenvolvimento das mudanças no sistema econômico mundial.

ver notícia completa em: http://portuguese.ruvr.ru/2011/10/25/59298010.html

Sorry no comment yet.

LEAVE A COMMENT

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *